Saúde

Para que serve ir ao psicólogo?

psicologo-profissional

Para divulgar quais são os princípios que devem governar uma intervenção psicológica, eu queria desmascarar aqueles procedimentos que não estão de acordo com as evidências empíricas e que confundem ou enganam os pacientes que vêm à consulta. Essa autocrítica da profissão levou alguns leitores a comentar sobre a futilidade de recorrer ao psicólogo em geral.

Essa reflexão é bastante frequente em todas as áreas. É porque tratamentos negligentes são recebidos ou porque o espetáculo que alguns meios de comunicação dão quando afirmam falar sobre questões psicológicas é visto com descrença.

psicologo-profissional

Embora, como apontarei abaixo, a responsabilidade final por nossa profissão não ser tão reconhecida quanto a de outros profissionais de saúde seja a dos próprios psicólogos, a abordagem básica influencia muito o debate: para que serve um psicólogo? O que você espera obter quando vai ao escritório?

Confira também: Os Melhores Psicologos online para você

Existem três funções principais que as pessoas atribuem à terapia: desabafar, conhecer-se mais e receber conselhos. Nenhum desses três, por mais estranho que seja, deve ser o objetivo da intervenção de um bom psicólogo , pois, nesse caso, não surpreende que as pessoas questionem nosso papel na sociedade.

1. Existem formas de alívio mais baratas e agradáveis ​​do que uma consulta

É muito conveniente para um psicólogo simplesmente exercer um papel passivo e de escuta por meses e até anos. Um boneco poderia fazer a mesma função. E tudo para quê? Para a pessoa desabafar contando a alguém seus problemas? Para “obter a angústia de dentro”? Esse papel, mais típico de um confessor do que de um profissional de saúde, pode levar a pessoa a reduzir temporariamente sua angústia, mas é improvável que ela ajude a resolver qualquer coisa. E, se necessário, conte a alguém um problema, não é melhor fazê-lo com um amigo na frente de um café?Se estamos precisamente buscando o anonimato, sempre podemos encontrar pessoas no ônibus ou no bar para dizer o que nos assombra, e muito mais barato e com a mesma eficácia. E se não confiamos em ninguém, sempre podemos usar a Internet e um pseudônimo. Ou o diário de uma vida.

2. A ciência garante que quem mais conhece você é você mesmo

O autoconhecimento gera fascinação. Gostamos de saber como somos, e quanto mais eles nos surpreendem, mais satisfeitos ficamos com o quão complexo e profundo somos. Infelizmente, a maioria dessas técnicas não tem rigor algum, elas são baseadas em procedimentos grosseiros ou esotéricos: quando um teste nos mostra traços de nossa personalidade, esquecemos que quem escreveu essas respostas é nós mesmos, então o que eles acabam dizendo não É mais do que aquilo que acreditamos que somos. 

Para camuflar isso mais, eles acabam construindo construções teóricas muito complicadas que, no entanto, não demonstraram prever nosso comportamento: como a psicanálise, o que nos dá uma visão atraente do oculto da nossa mente, mas colide frontalmente com tudo o que foi descoberto nos últimos cinquenta anos sobre o cérebro e o comportamento. Ou como o eneagrama, tão na moda entre aqueles que querem ser catalogados com um número e quem é o descendente direto da astrologia. Colocando a conhecer sobre nós, é melhor perguntar àqueles que mais nos conhecem, deixando nossas ações falarem.

3. O conselho vem da experiência, as diretrizes são outra coisa

Para entender essa última atribuição errônea aos psicólogos, é conveniente distinguir uma diretriz terapêutica, que é a que um psicólogo pode nos dar com base em seus conhecimentos e após uma avaliação do que entendemos como conselhos. Aconselhamento sobre um tópico específico é melhor pedir a um especialista na área.Se eu tiver dúvidas sobre alugar ou comprar um apartamento, perguntaria a um corretor de imóveis e não a um psicólogo como se ele soubesse as chaves do universo. 

Se pensarmos que o psicólogo é um sábio, ou mesmo um oráculo, não deveria nos surpreender que alguns pacientes se sintam decepcionados se virem que o terapeuta é jovem ou não compartilha algum aspecto de sua vida. Em que você vai confiar para ajudá-los se você não tem filhos ou nunca sofreu um acidente de avião? Nesse caso, é melhor perguntar a alguém que tenha uma jornada vital e experiências semelhantes às nossas. E não precisaremos acessar nenhum site periodicamente.

4. Para que serve um psicólogo?

O que os psicólogos estudaram durante sua carreira, seus anos de pós-graduação e especialização? Parece claro que eles não leem a Wikipédia aleatoriamente ou ensaiam a postura ideal de escuta há anos, mas o que podemos fazer depois para ir à terapia?

Somos os psicólogos que, por causa de nossas más práticas, acabamos dando uma imagem supérflua e ridícula de nossa profissão.Umpsicólogo é aquele profissional que nos ajuda a modificar a maneira como nos comportamos, se queremos melhorar nossa maneira de lidar com as coisas como se estivéssemos procurando Elimine um problema. E isso é feito com base nos mecanismos de aprendizado humano, no funcionamento fisiológico do ser humano e nos diferentes estudos contrastados que observaram a pessoa e desenvolveram técnicas específicas para cada variável a ser modificada.

Um psicólogo estudou tudo isso sem ter que ter experimentado. Ele é, portanto, um especialista em como e por que as pessoas mudam. Seguindo as orientações de um psicólogo, garantimos a maneira mais rápida e direta de modificar o que nos faz sentir mal e melhorar significativamente nossa qualidade de vida. Ir à terapia serve para mudar um pequeno hábito ou resolver um problema sério que nos afeta há muito tempo, se o geramos ou se é algo que devemos enfrentar.

Por que não é tão valorizado pela sociedade?

Por que as pessoas pensam que é inútil procurar um psicólogo? Deixando de lado a juventude relativa da disciplina e a dificuldade de impor um único modelo teórico, são os psicólogos que, devido às nossas más práticas, acabam dando uma imagem supérflua e ridícula de nossa profissão. Fundamentalmente, sempre que em consulta, não aplicamos um método rigoroso a nossos pacientes, mas sim um “tudo vai” ou um ato de fé.

Mas também quando se trata de espalhar o que é psicologia. É difícil ser preciso na mídia ao procurar manchetes e não explicações técnicas, mas é importante distinguir nossas opiniões pessoais daquilo que, como psicólogos, podemos abordar ou não. 

Existem limites que não devemos pular e trabalhos que, simplesmente, nunca devemos aceitar: fazer avaliações de celebridades, usar instrumentos catalogados como fraudes, vender livros de conselhos e não técnicas psicológicas, participar de reuniões, televisionadas ou na rua, onde não estamos capaz de explicar a base científica de nossa opinião … Para cada uso nefasto feito na profissão, ocultamos um que a ciência desenvolveu ao longo de décadas e que pode mudar a vida de uma pessoa.

Se, com nossa prática e nossas declarações, não formos capazes de dar valor ao que fazemos, levaremos as pessoas a pensar que um psicólogo é útil apenas para alguém que não tem amigos ou bom senso.

About the author

BootSales

Add Comment

Click here to post a comment

RSS Notícias Quentinhas

  • ‘Somos cada vez menos felizes e produtivos porque estamos viciados na tecnologia’ 23 de fevereiro de 2020
    A jornalista espanhola Marta Peirano escreveu um livro sobre como as novas tecnologias nos viciam, 'sugam' outros prazeres da vida e, ao mesmo tempo, são uma poderosa arma de informação e controle para empresas e governos. Desde os anos 90, quando descobriu a cena dos hackers em Madri, a jornalista espanhola Marta Peirano estuda a […]
  • Secretaria de Educação do ES abre processo seletivo para cargos temporários 23 de fevereiro de 2020
    As inscrições começam nesta quinta-feira (27), pela internet. O cargo oferecido é o de cuidador para atendimento a alunos com deficiência. A Secretaria Estadual de Educação (Sedu) abriu processo seletivo com vagas, em regime de designação temporária, para o cargo de cuidador para atendimento a alunos com deficiência. As inscrições começam nesta quinta-feira (27), pela […]
  • Crescimento global será modesto em 2020 e 2021, preveem líderes financeiros no G20 23 de fevereiro de 2020
    Documento final citou condições financeiras mais cômodas e sinais de redução das tensões comerciais, mas surto de coronavírus preocupa autoridades. Os líderes financeiros das 20 principais economias do mundo estimam um crescimento modesto neste ano e no próximo, devido à política monetária frouxa e à diminuição das tensões comerciais, e prometeram monitorar os efeitos do […]
  • O que explica a incrível ascensão e o vertiginoso declínio dos patinetes no Brasil 23 de fevereiro de 2020
    Os patinetes elétricos chegaram a várias cidades do país prometendo ser uma alternativa moderna e sustentável de transporte; mas, em pouco tempo, as principais empresas do mercado anunciaram que estavam indo embora ou reduzindo drasticamente sua operação. O que houve? Patinetes são promissores, mas falta de planejamento, falhas do poder público e modelo de negócios […]
  • Como pedir demissão quando a empresa é da família 23 de fevereiro de 2020
    Trabalhar no negócio da família pode ser difícil — sair dele, mais ainda. Trabalhar no negócio da família pode ser difícil — sair dele, mais ainda Getty Images Jordan Baker começou a trabalhar na empresa de tecnologia para logística 21st Century Transport aos 12 anos, varrendo o chão e atendendo telefonemas. Ele sempre quis fazer […]
  • Por que é polêmico comparar as contas do governo com o orçamento doméstico? 23 de fevereiro de 2020
    Usada por políticos de diversas vertentes, a comparação das contas do governo com o orçamento de uma família pode ser didática, mas tem sérias limitações, segundo economistas ouvidos pela BBC News Brasil. Usada por políticos de diversas vertentes, a comparação das contas do governo com o orçamento de uma família pode ser didática, mas tem […]
  • Projeto no Paraná estimula a relação de crianças com a produção de leite 23 de fevereiro de 2020
    Clube de Bezerras faz com que filhos dos pecuaristas tenham contato com os animais desde cedo. Relembre. Projeto no Paraná estimula a relação de crianças com a produção de leite Neste domingo (23), o Globo Rural continua exibindo algumas das melhores reportagens de 2019. Assista a todos os vídeos do Globo Rural Muitas famílias do […]
  • Redução no orçamento do programa de cisternas afetam agricultores do sertão 23 de fevereiro de 2020
    Produtores enfrentam dificuldades para armazenar a água da chuva. Ministério não quis se manifestar sobre o problema. Redução no orçamento do programa de cisternas afetam agricultores do sertão A chuva voltou em várias regiões do sertão brasileiro, mas muitos agricultores ainda têm dificuldade para armazenar água para o período seco. Isso porque o programa federal […]
  • Produtores de melão do Ceará estão otimistas com exportações para a China 23 de fevereiro de 2020
    Fruta é a mais vendida para o exterior no estado e, agora, espera conquistar o paladar dos chineses. Produtores de melão do Ceará estão otimistas com exportações para a China Produtores de melão do Ceará estão otimistas com a safra da fruta que é líder de exportações no estado. Segundo a Secretaria do Agronegócio, o […]
  • Produtores de batata doce de Sergipe se unem para tornar a atividade mais rentável 23 de fevereiro de 2020
    Mais de 70 agricultores formaram uma cooperativa para beneficiar o alimento, garantindo que ele seja vendido pelo Nordeste do país. Produtores de batata doce de Sergipe se unem para tornar a atividade mais rentável No agreste de Sergipe, o município de Moita Bonita se destaca na produção de batata doce. Por lá, pequenos agricultores se […]

Agenda

fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829